Pragas urbanas: outono é época de prevenção

Quando chega o outono e começa a esfriar, ficar aconchegado em casa, com líquidos quentes e boa companhia, é uma das melhores maneiras de lidar com o tempo cada vez menos quente. Contudo, por mais momentos agradáveis que o outono nos proporcione, ele também representa uma ameaça quando se fala em pragas urbanas.

Para os insetos, o outono é um período migratório. E, assim como os humanos, eles também procuram lugares quentes e secos para fugir do frio. É nesta época que as pragas começam a invadir espaços comerciais, industriais e residenciais com maior frequência, em busca de abrigo.

Depois de encontrarem um local seguro, com proteção contra o frio e a chuva – como fendas nas paredes, no assoalho, ou em locais pouco frequentados como os sótãos e depósitos -, os insetos encontram nesses o abrigo e condições favoráveis a continuarem sua reprodução e possível infestação, uma vez que seu metabolismo, que normalmente retarda em condições climáticas amenas, não sofre alteração.

É interessante perceber como algumas vezes os insetos se reúnem em grandes grupos de centenas e até milhares de indivíduos nas paredes que retêm o calor do sol – como as fachadas com orientação solar ao norte ou a oeste.  Alguns insetos são atraídos por cores específicas, como percevejos ou moscas, que tendem a ficar sobre superfícies claras.

Mas qual o motivo que leva os insetos até nossas casas e edificações? Além de o homem ter invadido boa parte do habitat natural destas espécies, o fato dos insetos não serem capazes de diferenciar os materiais das construções humanas das cascas de uma árvore, por exemplo, torna os nossos ambientes especialmente vulneráveis.  Uma árvore ou uma parede com fendas e rachaduras, para o inseto, oferecem igualmente bons lugares de abrigo.

Confira dicas de prevenção e cuidados a tomar no outono:

Inspeção do telhado e do sótão – examine cantos e frestas, telhas rachadas ou quebradas, tudo que possa oferecer uma porta de entrada ou um local para os insetos.

  • Substituição de eventuais telhas quebradas.
  • Inspeção frequente de canos e calhas, removendo obstáculos como folhas e pedras caídas para deixá-los desobstruídos e menos propícios a servirem de abrigo para quaisquer insetos.
  • Guarde alimentos em recipientes bem vedados e evite o acúmulo de lixo para não atrair insetos e outras pragas.

E não se esqueça de que a eventual presença de pragas deve ser combatida por uma equipe especializada e treinada, como a Uniprag, que tem as condições para fazer o melhor trabalho de controle e combate a quaisquer pragas urbanas.