Larvas de farinha, grilos e gafanhotos estão liberadas na sala de jantar

A venda de larvas de farinha, grilos e gafanhotos para serem consumidos em casa ou nos restaurantes foi legalizada na Suíça e entrará em vigor nos seis primeiros meses desse ano.

Até então, larvas de farinha, grilos e gafanhotos só podiam ser vendidos como ração para animais de estimação, mas agora insetos poderão ser servidos para o consumo humano.

O relatório das Nações Unidas de 2013 defende a exploração de insetos como fonte importante de alimentos no futuro. Estudos comprovam que os insetos contêm menos gorduras saturadas e mais proteína do que a carne que consumimos, além de serem produzidos de forma mais sustentável.

Parece esquisito, mas o consumo de insetos já faz parte das dietas tradicionais de cerca de dois bilhões de pessoas, a maioria na África, Ásia e América do Sul, com uma variedade de mais de 1000 espécies.

Fonte