Duas mortes são registradas com suspeita de doença de chagas

A morte de Francisco Maian da Costa, 18, e Celiana Silva,17,  estão sendo investigada pela Secretaria de Saúde da cidade de Rodrigues Alves, no interior do Acre. A suspeita é que as mortes podem ter ocorrido em decorrência da doença de chagas.

Segundo informações do portal G1, a Saúde municipal acredita que ambas vitimas, mortas respectivamente em 26 e 29 de fevereiro, contraíram a doença através do consumo de açaí.

A doença de chagas é transmitida pelas fezes do “barbeiro” depositadas sobre a pele da pessoa, ao mesmo tempo em que o inseto suga o sangue. A doença também pode ser transmitida pelo açaí, nesse caso, quando o barbeiro é triturado junto com o fruto e ingerido.

Fonte