Brocas de madeira causam prejuízos ao patrimônio

 As brocas de madeira são pequenos besouros da Ordem Coleoptera, conhecidos por alimentarem-se de madeira e causar danos parecidos com os dos cupins. De cores marrom, preto ou pardo, a praga pode variar de tamanho, desde menos de 1mm até 200mm. O inseto passa pelos estágios de ovo, larva, pupa e adulto, sendo que a larva é o estágio mais duradouro e o principal responsável pela deterioração da madeira.

Algumas espécies vivem pouco mais de um dia na sua forma adulta. Nesse período, depositam seus ovos em frestas existentes na madeira. As larvas eclodirão dos ovos e poderão formar galerias por toda a madeira até se tornarem adultas. Quando um adulto emerge da madeira, formando o furo característico, o dano já é irreversível.

As diferenças entre brocas de madeira e cupim

Diferentemente dos cupins, que vivem em colônias, as brocas de madeira não são insetos sociais. Muitas brocas podem ocupar o mesmo local, no entanto elas vivem independentemente umas das outras.

A principal diferença entre cupins e brocas de madeira está na forma do orifício e dos resíduos que deixam na madeira. Os cupins deixam orifícios repletos de pó na forma de pequenos grânulos, já as brocas deixam o material completamente corroído na forma de um pó fino semelhante ao talco.

A importância da eliminação das brocas de madeira

O controle das brocas de madeira é muito importante em função do grande prejuízo que estes insetos produzem, podendo destruir completamente o local onde se instalam. Ao menor sinal de brocas, recomenda-se a procura de profissionais que poderão indicar a melhor forma de controle evitando prejuízos. O processo de eliminação das brocas é o mesmo utilizado para cupins, porém, somente uma empresa especializada e certificada como a Uniprag pode estudar o espaço e a melhor forma de executar a descupinização da maneira mais eficiente possível.